Últimas Notícias »

Votar

Governo Municipal traça novas estratégias pós-enchente

Governo Municipal traça novas estratégias pós-enchenteClique para Ampliar
 Depois de um final semana de trabalho intenso no atendimento às famílias atingidas pela chuva, a equipe do Governo Municipal se reuniu na manhã desta segunda-feira, dia 27, para traçar novas estratégias já que a previsão aponta mais chuva para esta semana. Além disso, o prefeito Noi Coral decretou estado de emergência no município.

A Defesa Civil contabilizou cerca de sete mil pessoas e cinco mil residências afetadas no final de semana. Desde a noite de sexta-feira, dia 24, as equipes das secretarias e departamentos municipais, ao lado de voluntários, trabalham para atender os desabrigados e desalojados que precisaram ser levados ao salão paroquial da Igreja Matriz São Roque, da Capela Santa Catarina, no distrito de Estação Cocal e também na Igreja Quadrangular. Nesta segunda-feira, eles serão realocados para o Centro Múltiplo Uso, no bairro Esperança. Nesta segunda-feira, pelo menos 35 pessoas ainda não conseguiram voltar para as suas casas. “A nossa principal preocupação é ajudar estas pessoas. Tivemos muitos estragos pela cidade e em alguns locais, como o Picadão Paladini, onde a água ainda não abaixou”, relata o coordenador da Defesa Civil, Natan de Souza.

A estratégia traçada, complementa Souza, visa garantir os serviços essenciais. “Traçamos ações de reparo aos estragos e preventivas já que há nova previsão de chuva, com a intenção de garantir saúde, aulas, a mobilidade urbana. A cidade está sob emergência”, fala o coordenador da Defesa Civil, acrescentando que este é o maior desastre natural da história recente de Morro da Fumaça.

Além dos bairros, o Centro da cidade foi bastante afetado com a água invadindo a maioria das lojas e inclusive a prefeitura e a Câmara de Vereadores. Conforme Souza, pelo menos 300 imóveis foram tomados pela água no Centro. No bairro Naspolini este número chega a 700.

Ainda no sábado, o prefeito Noi Cocal, acompanhado do chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior e do Secretário de Articulação Nacional, Diego Goulart, fez sobrevoo de helicóptero para verificar os estragos.

Povo solidário

Diversos voluntários se juntaram às equipes do Governo Municipal para auxiliar nos trabalhos que se estenderam durante todo o final de semana. “Vimos mais uma vez como os fumacenses são solidários. São muitas doações, pessoas que contribuíram com as refeições, que ajudaram nos resgates, tanto durante o dia quanto à noite. Nós somos muito gratos a cada um pelo empenho e desprendimento”, enfatiza o prefeito Noi Coral.

Antes entregues no salão paroquial, onde as famílias estavam alojadas, a partir desta segunda-feira, dia 27, as doações poder ser levadas até a coordenação de Assistência Social, na Rua 20 de Maio. “Nunca tivemos dúvida da força e da solidariedade do povo fumacense. Graças a eles conseguimos atender aqueles que foram atingidos por este desastre natural”, diz o vice-prefeito Eduardo Sartor Guollo.

População precisa ter cuidado

O Governo Municipal alerta ainda para os cuidados que os fumacenses devem ter ao transitar pela cidade já que diversos locais como calçadas, cabeceiras de pontes e calçamentos foram danificados. A Secretaria do Sistema de Infraestrutura trabalha para recuperar os problemas.

Mais de 30 vazamentos identificados

Desde o final de semana, a equipe do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Samae), trabalha na identificação e conserto de vazamentos ocasionados pela chuva. O diretor do órgão, Rogério Sorato salienta que até o momento foram identificados 30 vazamentos. “A nossa equipe está fazendo uma varredura pela cidade toda para localizar novos problemas, resolver e restabelecer o abastecimento de água de forma plena”, pontua.

Contato com a água

A Secretaria do Sistema de Saúde alerta para que quem teve contato com a água das chuvas procure o quanto antes a unidade de saúde mais próxima para tomar a vacina caso apresentar sintomas como febre, vômito, dor de cabeça e nas panturrilhas. “Nenhuma de nossas unidades foi afetada e orientamos todas as enfermeiras sobre a situação e elas estão preparadas para receber o público”, informa o secretário de Saúde, Robson Francisconi.

Além disso, os profissionais da Vigilância em Saúde estão levando orientações às residências.

Aulas e transporte mantidos

As aulas da Rede Municipal de Ensino, assim como o transporte escolar são mantidas normalmente durante a semana. A única unidade escolar afetada foi a Escola Profissional, no Centro, porém a limpeza já está sendo feita e as atividades seguirão normalmente.

Processo seletivo e concurso público são adiados

Devido às chuvas, o Concurso Público e o Processo Seletivo que aconteceriam no último domingo, dia 26, precisaram ser adiados. Uma nova data será divulgada em breve.

Enviar para Amigos | Comente | Imprimir

Fone


O que você espera para o ano de 2018


Olá já curtiu?