Últimas Notícias »

Votar

Trabalhos dos alunos do CEI Vanolda Gregório Espíndola são apresentados em Exposição Cultural

 Trabalhos dos alunos do CEI Vanolda Gregório Espíndola são apresentados em Exposição CulturalClique para Ampliar
 O folclore, o mundo do fundo do mar e a cerâmica invadiram o Centro de Educação Infantil (CEI) Vanolda Gregório Espíndola, do Bairro Jussara, em Morro da Fumaça. As atividades, desenvolvidas pelas professoras e alunos estão sendo expostos no pátio da instituição nesta quinta-feira, dia 29, e sexta-feira, dia 30, durante a segunda edição da Exposição Cultural. 
 
Iniciada no ano passado, o projeto tem entre seus objetivos, aponta a diretora Maria Delânia Búrigo, conscientizar os alunos principalmente com relação à importância da preservação do meio ambiente. "Os professores trabalham uma sequência didática no decorrer do semestre que agora é exposto. Mostramos aos as consequências do lixo jogado no meio ambiente e que os reaproveitando, é possível criar lindas peças", diz. 
 
A exposição tem a participação dos 136 alunos que frequentam o CEI do Maternal ao Jardim II, e fica aberto á visita das demais entidades educacionais do município e também para os pais. "O CEI é o alicerce. As crianças não estão aqui só para brincar e através do lúdico conseguem uma absorver uma série de ensinamentos, chegando ao objetivo e mostrar para a sociedade que esta forma de brincar é como eles aprendem", pontua.
 
Além do meio ambiente, a cerâmica,um dos setores que mais contribuiu com a economia de Morro da Fumaça ganha destaque durante a exposição. Os alunos visitaram a Olaria das Artes para entender um pouco da cultura da cidade e tiveram a  oportunidade de produzir algumas peças com argila. 
 
A professora Caroline Salvan Geremias, conta que as alunos do Jardim trabalharam a  preservação do meio ambiente focando o folclore. "Utilizamos o Curupira, que no nosso folclore é protetor dos animais, das plantas. Além disso confeccionamos seis animais brasileiros em extinção com materiais recicláveis", comenta. 
 
As crianças aprenderam sobre a utilidade dos chás e ainda reaproveitaram materiais recicláveis para a construção de maquetes, se divertiram ao confeccionar e empinar pipas, tiveram ensinamentos sobre a cultura indígena, tiveram o auxílio dos pais e avós para resgatar brincadeiras antigas, entre outros. "Vimos no pátio do CEI uma grande exposição com peças que atraem a atenção e desperta a curiosidade das pessoas. Temos professores talentosas e alunos dedicados que demonstraram absorver grandes ensinamentos através deste trabalho", destaca a secretária do Sistema de Educação, Greicy Zaccaron.

Enviar para Amigos | Comente | Imprimir

Fone


O que você espera para o ano de 2018


Olá já curtiu?