Últimas Notícias »

Votar

Equoterapia proporciona mais qualidade de vida para pessoas com deficiência

Equoterapia proporciona mais qualidade de vida para pessoas com deficiênciaClique para Ampliar
Aos 14 anos de idade, Willian Machado, pratica Equoterapia desde os seis anos. Com paralisia cerebral, ele utiliza a especialidade para lhe ajudar a melhorar a postura, entre outros benefícios. Porém, a sua mãe, Ângela Maria Sachi, precisava levá-lo a Criciúma, algo que mudou há um mês. "Desde que começou a ser disponibilizado aqui, passamos a trazê-lo e isso está facilitando bastante", diz.

Além da equoterapia, o garoto também faz hidroterapia e fisioterapia. Ele está entre os seis pacientes que utilizam o serviço por meio do Governo Municipal. As sessões, de 30 minutos, ocorrem na empresa Damée Equoterapia, que fica na localidade de Linha Torrens. "Sabemos da importância da Equoterapia, por isso buscamos facilitar o acesso daqueles que precisam, sempre visando a melhoria do tratamento. A postura, o equilíbrio e a interação social, são algumas das vantagens", salienta o secretário do Sistema de Saúde, Robson Francisconi.

A administradora da empresa, Bárbara Pedroso Zanatta, fala que a Equoterapia começa com a indicação médica e triagem de uma psicóloga e fisioterapeuta. "No primeiro dia o nosso fisioterapeuta faz uma avaliação e traça um projeto personalizado para atingir os objetivos", explica.

Benefícios

Bárbara salienta que os benefícios da Equoterapia vão de físicos à psicológicos. "O primeiro deles é trazer a pessoa para o momento e desligar de todo o resto, o cavalo tem este poder. Se você não estiver 100% ali não dá para montar. Além disso, melhora a autoestima, o humor, libera hormônios relacionados ao bem estar, trabalha o equilíbrio, a postura, a força muscular. Os estímulos enviados pela andadura do cavalo trabalham a coluna e mandam impulsos nervosos para o cérebro, trazendo melhoras incríveis, comprovadas cientificamente", comenta Bárbara, acrescentando que há resultados positivos também na fala, especialmente em pessoas com Transtorno do Espectro Autista e com Síndrome de Down. "As mães relatam também que as crianças ficam mais centradas e calmas", completa.

Podem utilizar o serviço, pacientes de qualquer idades, com deficiência ou necessidades especiais, mediante indicação médica.

Enviar para Amigos | Comente | Imprimir

Fone


O que você espera para o ano de 2018


Olá já curtiu?